quarta-feira, 29 de junho de 2022

Prevenção da fadiga ao volante

A maioria das pessoas necessita de sete a nove horas de sono diárias.  Depois de 17 horas acordada há uma piora de desempenho equivalente ao consumo de álcool, próximo do limite legal norte-americano em que 20% dos desastres fatais envolvem fadiga dos motoristas. Entre os trabalhadores em geral cerca de 37% tem menos de sete horas de sono.

O que os empregadores podem fazer para prevenir a fadiga

  • Ter um sistema de gestão do risco de fadiga e políticas internas limitando horas extras e cobertura de turnos não rendidos;
  • Prever pessoas suficientes para as tarefas pressupondo absenteísmos;
  • Informar e educar os empregados sobre a saúde do sono e como lidar com a fadiga;
  • Ter um programa de detecção e triagem de desordens do sono;
  • Permitir pausas e sonecas nos turnos longos;
  • Dar aos supervisores e empregados check lists para descobrir sintomas de risco;
  • Encorajar o monitoramento mútuo de fadiga nas equipes (cuidado mútuo);
  • Ter sistemas de detecção de fadiga nos veículos da empresa;
  • Incluir verificações de qualidade de sono e descanso nas investigações de acidentes.

O que os trabalhadores podem fazer para se prevenir

  • Planeje suas atividades de folga, prevendo tempo para o sono adequado;
  • Tenha de sete a nove horas de sono diário. Se ainda tiver fadiga, procure auxílio médico;
  • O local de dormir deve ser favorável a um sono reparador;
  • Se sentir fadiga dirigindo, estacione, tome um cafezinho e tire uma soneca de 15 a 30 minutos.  O efeito será temporário, pois a “cura” completa é sono suficiente;
  • Observe-se quanto aos sintomas reparando também os companheiros;
  • Reporte episódios de fadiga ao supervisor para receber orientações de como agir. Ele saberá o que fazer, especialmente, se a empresa tem um sistema de gestão do risco de fadiga.

Fonte: Adaptado do NIOSH (https://www.cdc.gov/niosh/motorvehicle/topics/driverfatigue/default.html)

Colaboração: Mário Fantazzini

Artigos relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui