quinta-feira, 07 de julho de 2022

Como usar a FISPQ no trabalho

A Ficha de Informações de Segurança de Produtos Químicos é um documento estabelecido pela Norma ABNT NBR 14.725-4:2014 e objetiva fornecer informações sobre vários aspectos de uma substância química (classificada ou não como perigosa) ou mistura de forma a proteger a vida e a saúde do trabalhador, assim como o meio ambiente. A FISPQ deve, obrigatoriamente, ser disponibilizada pelo fabricante/fornecedor junto com o produto. A seguir, orientações sobre a ficha.

ELABORAÇÃO

Para elaboração da FISPQ são necessários conhecimentos técnicos específicos da substância, portanto, requer profissionais qualificados e, de preferência, deve considerar as necessidades e conhecimentos dos usuários.

As informações devem ser escritas em linguagem simples e clara.

BENEFÍCIOS

Os principais benefícios da FISPQ no ambiente laboral são a conscientização de gestores e trabalhadores quanto ao correto manuseio das substâncias químicas tanto nos trabalhos rotineiros quanto nas ações de emergência, a redução dos riscos de doenças e acidentes ocupacionais, bem como a redução das consequências ambientais em caso de vazamentos.

COMO USAR

A empresa que utiliza o produto deve disponibilizar a FISPQ no local de trabalho a todos os trabalhadores que manuseiam o produto (também exigência da NR 26). É recomendável que a FISPQ sempre acompanhe o produto, portanto, pode ser utilizada nas operações de transporte.

Cabe à empresa usuária da FISPQ treinar e orientar os trabalhadores quanto à correta interpretação das informações disponibilizadas, bem como quanto ao seu uso adequado.

Normalmente tais treinamentos são ministrados por técnicos de Segurança do Trabalho das empresas, os quais devem incluir informações sobre os perigos e os riscos associados às substâncias químicas, práticas adequadas no armazenamento e manuseio do produto, EPIs a serem utilizados em cada operação, além das medidas emergenciais em casos de acidentes.

A FISPQ POSSUI 16 CAMPOS OBRIGATÓRIOS

  • 1. Identificação
  •  2. Identificação do Risco
  •  3. Composição
  •  4. Medidas de Primeiros Socorros
  •  5. Medidas para Princípios de Incêndio
  •  6. Medidas em caso de Acidentes
  •  7. Manuseio e Estocagem
  •  8. Equipamentos de Proteção
  •  9. Propriedades Físico Químicas
  •  10. Reatividade e Estabilidade
  •  11. Informações Toxicológicas
  •  12. Informações Ecológicas
  •  13. Considerações e Disposições
  •  14. Informações para Transporte
  •  15. Informações de Regulamentação
  •  16. Outras Informações

Fonte: Edson Haddad, Químico MSc e membro da Comissão Nacional do P2R2

Artigos relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui