Campanha leva palestras, triagem e orientações de saúde no combate à Covid-19 em canteiros de obras

Fonte: G1

Nesta sexta-feira (26), foi lançada a segunda etapa da campanha “Com Cuidado Se Constrói”, que promove palestras, triagem e orientações de saúde no combate à Covid-19 em canteiros de obras na Grande Belém. A ação busca atender dois mil trabalhadores.

Em vinte dias de campanha, foram atendidos mais de 600 trabalhadores do setor da construção. O objetivo básico é ampliar, sistematizar e padronizar as ações da entidade nos canteiros, iniciada em março, com as orientações de saúde e segurança para os trabalhadores da construção civil na prevenção do contágio pelo novo coronavírus.

A segunda etapa da ação conta a participação do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção Civil do Município de Ananindeua (Sinteclan) e da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego no Pará (SRTb-PA).

Na programação, são realizadas palestras, triagem com foco em orientações sobre sintomas da doença, higienização de equipamentos de proteção individuais (EPIs), de maquinários e ambiente de trabalho, uso de máscaras, higiene pessoal no ambiente de trabalho e doméstico, regime de trabalho frente ao distanciamento social ou isolamento, prevenção aos riscos invisíveis, mecanismos de proteção, minimização de riscos. Para evitar o contágio, todos os conteúdos informativos (cartilhas, cards, cartazes, por exemplo) serão repassados ou distribuídos aos trabalhadores por meio digital (e-mail, WhatsApp e redes sociais).

A campanha, promovida Sindicato da Indústria da Construção do Pará (Sinduscon-PA) e o Serviço Social da Indústria do Estado (Sesi-PA), integra a Campanha Nacional de Prevenção de Acidentes no Trabalho. O lançamento da nova etapa contou com a presença do presidente do Sinduscon-PA, Alex Dias Carvalho, do superintendente adjunto do SRTb-PA, Jomar Sousa Ferreira Lima, e de Osvaldo Moreira Dias, que preside o Sinteclan.

“Sabemos que atravessamos um momento crítico de pandemia, mas acho que com essa iniciativa teremos oportunidade de superá-lo, e, se Deus permitir, os trabalhadores não serão afetados e teremos sucesso em nossos empreendimentos. O Ministério, por meio da Fiscalização do Trabalho, estará sempre aberto para colaborar com quaisquer iniciativas das instituições.”, declarou Jomar Lima.

Artigos relacionados

Entregadores de aplicativo protestam em São Paulo, Brasília e no Rio

Fonte: Agência Brasil Entregadores de aplicativos paralisaram as atividades nesta quarta-feira (1º) para protestar por melhores condições de trabalho. O...

Trabalho escravo: Anamatra é eleita como representante da sociedade civil na Conatrae

Fonte: Anamatra A Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra) foi eleita, na manhã desta terça (30/6),...

Governo Federal lança cartilha sobre trabalho infantil

Fonte: Ministério da Saúde O Ministério da Saúde, juntamente com o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos...

Produtor de café terá que adotar medidas de prevenção da Covid-19 e coibir trabalho escravo

Fonte: MPT/Minas Gerais Um produtor de café do município de Delfinópolis, no Sul de Minas Gerais, terá que adotar...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui