quarta-feira, 10 de agosto de 2022

Brasil é representado pela ABNT/CB-032 em guia técnico de benchmarking do instituto britânico BSI

Fonte: ANIMASEG

Com a pandemia de Covid-19, o mundo vivenciou o aumento da demanda de EPIs para a área médico-hospitalar, o que gerou interrupções nas cadeias de suprimentos e escassez generalizada dos produtos no mercado global. Um dos fatores para isso foi devido à alta concentração de fabricantes de EPIs em apenas alguns países.

Esse episódio levou a International Finance Corporation (IFC), com o apoio do governo do Reino Unido e do British Standards Institution (BSI), a desenvolver um guia técnico de benchmarking, a fim de auxiliar fabricantes ao redor do globo a produzir EPIs de qualidade e, assim, aumentar a produção mundial, além de diversificar as cadeias de suprimentos.

Somado a isso,  as instituições consideram também que o surgimento de variantes do coronavírus e de novos vírus pode levar a uma demanda global significativa por EPIs médico-hospitalares, o que intensifica a necessidade de se ter o guia técnico, com objetivo de prevenir a escassez de produtos no mercado.

O guia técnico de benchmarking compara regulamentos e normas técnicas de 13 países com as normas técnicas europeias (EN) e norte-americanas, visando fornecer aos fabricantes e compradores uma ferramenta para navegar pelos diversos regulamentos técnicos dos EPIs, com especificações e requisitos de avaliação de conformidade associados a mercados selecionados em todo o mundo.

Os países que compõem o guia são: Austrália, Brasil, Canadá, Colômbia, Europa, EUA, Índia, Jordânia, Quênia, Malásia, África do Sul, Reino Unido e Vietnã.

Os EPIs da área hospitalar relacionados no guia são: máscaras (respiradores, máscaras cirúrgicas e máscaras de tecido); protetores de face e olhos (óculos de segurança e protetores faciais); luvas (cirúrgicas e de procedimentos não cirúrgicos); e vestimentas.

O ABNT/CB-032 –  Comitê Brasileiro de Equipamento de Proteção Individual – representou o Brasil na elaboração do guia técnico de benchmarking.

Artigos relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui