Ajudante geral morre em acidente de trabalho em usina de SP

Data: 09/06/2011 / Fonte: JCnet

São Manuel/SP – O ajudante geral Lister José Pinto, de 24 anos, morreu ontem pela manhã ao sofrer acidente de trabalho em uma usina de asfalto na rodovia Marechal Rondon, no quilômetro 277, pertencente a São Manuel. Ele trabalhava na desmontagem de um filtro de controle de poluição, quando uma chaminé pendeu para frente puxando outras peças que caíram em cima do rapaz.

De acordo com o 1º Distrito de Polícia, o ajudante geral chegou a ser socorrido no pronto-socorro de São Manuel, mas morreu logo em seguida por causa dos ferimentos. O inquérito policial vai apurar as responsabilidades pelo acidente.

Artigos relacionados

Entregadores de aplicativo protestam em São Paulo, Brasília e no Rio

Fonte: Agência Brasil Entregadores de aplicativos paralisaram as atividades nesta quarta-feira (1º) para protestar por melhores condições de trabalho. O...

Trabalho escravo: Anamatra é eleita como representante da sociedade civil na Conatrae

Fonte: Anamatra A Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra) foi eleita, na manhã desta terça (30/6),...

Governo Federal lança cartilha sobre trabalho infantil

Fonte: Ministério da Saúde O Ministério da Saúde, juntamente com o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos...

Produtor de café terá que adotar medidas de prevenção da Covid-19 e coibir trabalho escravo

Fonte: MPT/Minas Gerais Um produtor de café do município de Delfinópolis, no Sul de Minas Gerais, terá que adotar...

2 COMENTÁRIOS

  1. É triste saber que trabalhadores continuam morrendo em acidentes do trabalho, e mais triste ainda é saber que é só mais um dentre varios que se acidentam executando determinada tarefa, sem que esta seja avaliada e o trabalhador seja orientado quanto ao risco que ele esta exposto. E assim vindo ocorrer aparentemente um acidente bobo mas porem Fatal .
    Até quando vamos nos calar diante dessas situações……..

  2. Em relação ao comentário do colega anterior, vamos continuar vendo vida ceifadas precoce. por haver um governo que se cala diante de tantas mortes.Não há fiscalização do trabalho e onde elas acontecem e somente em grandes empresas onde da midia ,como acidentes da petrobras etc. sabemos que tem por ai varias empresas que nunca sofreram fiscalização. então vamos continuar vendo noticias como estas jovens trabalhadores tendo seus sonhos interrompidos brutalmente.
    Tantos outros poderiam ser evitados se as empresas aceitassem os programas de prevenção .Patrões que não estão nem ai com a vida de seus empregados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui