Com alta de 9%, Campinas ultrapassa marca de 5 mil acidentes de trabalho no ano

Data: 07/09/2019 / Fonte: G1

Campinas/SP – Com alta de 9%, Campinas (SP) ultrapassou a marca de 5 mil acidentes de trabalho em um ano, de acordo com o Ministério Público do Trabalho (MPT). Foram 5.407 ocorrências em 2018, média de 14,8 por dia, contra 4.956 registradas no ano anterior.

Segundo o MPT, dos 5,4 mil acidentes registrados no ano passado, 11 terminaram com morte dos trabalhadores.
De acordo com a procuradora do trabalho, Marcela Dória, uma das explicações para o aumento é o chamado emprego informal, que cresceu bastante por causa da situação econômica do país.

“O trabalhador informal não conta com toda a estrutura de proteção, muitas vezes ele trabalha sem treinamento, sem utilizar as medidas protetivas coletivas e individuais adequadas”, explica.

Marcela lembra ainda que há o papel do empregador nesses dados. “Também há o descumprimento pelas empresas das normas de segurança do trabalho, o pode caracterizar uma das razões desse aumento.”

Segundo a procuradora, o importante é focar na prevenção, para preservar a saúde, integridade física e a vida dos trabalhadores.

Artigos relacionados

Notificações de acidentes de trabalho aumentam em 25% no RN

Fonte: MPT no Rio Grande do Norte O número de notificações de acidentes e doenças decorrentes do trabalho feitas...

ATUALIZADA – Saem números de acidentes de trabalho de 2018

Por Martina Wartchow/ Jornalista da Revista Proteção *Matéria atualizada em 18/02/2020 Após uma queda de -4,78%...

Mercado de equipamentos de proteção cresce outra vez

Disponível para acesso no site da Animaseg (Associação Nacional da Indústria de Material de Segurança e Proteção ao Trabalho), o `Indicadores do...

Mercado de equipamentos de proteção cresce outra vez

DivulgaçãoData: 06/02/2020 / Fonte: Redação Revista Proteção Disponível para acesso no site da Animaseg (Associação Nacional da Indústria de Material de...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui