sábado, 24 de outubro de 2020

Ensino a Distância: tendência acelerada – Ed. 346

Por Martina Wartchow/Jornalista da Revista Proteção

Treinamentos EAD vêm crescendo na área de Segurança e Saúde do Trabalho e exigem cuidados na hora da elaboração ou contratação

A utilização do ensino a distância vem numa tendência crescente nos últimos 10 anos, acompanhando a evolução tecnológica e de ferramentas disponíveis, além da necessidade de flexibilização do tempo no campo profissional. Na área de Segurança e Saúde do Trabalho, não é diferente, inclusive no que diz respeito aos treinamentos obrigatórios exigidos pelas normas regulamentadoras, conforme a NR 1 (Disposições Gerais), que, em seu Anexo II, prevê as diretrizes e os requisitos mínimos para utilização das modalidades EAD e semipresencial. Com a pandemia do novo coronavírus, tal propensão foi acelerada por causa do distanciamento social e do teletrabalho. E tudo indica que não deve haver desaceleração mesmo depois que acabar o estado de calamidade pública decorrente da Covid-19.

Prevencionistas concordam que é um caminho sem volta e pode ser proveitoso, por trazer uma série de pontos positivos, como proporcionar maior abrangência e alcance na propagação de conhecimento, além de otimizar o emprego de recursos. Alertam, no entanto, para os cuidados que devem ser tomados e as exigências legais a serem respeitadas na hora da elaboração e da implementação, assim como da contratação dos serviços de terceiros. Um dos principais requisitos a serem observados é a adoção de uma metodologia com base em projeto pedagógico específico da capacitação, com competências a serem desenvolvidas e estratégias de aprendizagem claramente definidas. Afinal, a qualidade deve estar acima de tudo para que os bons resultados sejam refletidos na segurança e saúde dos empregados e na produtividade das empresas.

Confira a reportagem completa na edição de outubro da Revista Proteção.


Artigos relacionados

Balbúrdia na saúde: “listafobia” a nova doença relacionada ao trabalho

*Por Marcia Bandini A primeira semana de setembro foi cheia de emoções para a saúde dos trabalhadores. Uma novela...

Entrevista: ação estratégica – Ed. 346

Por Daniela Bossle/Editora e Jornalista da Revista Proteção Diretor executivo da Animaseg defende política de governo em relação à...

Artigo – Plataformas Elevatórias: novidades nas alturas – Ed. 346

Mudanças normativas nas atividades com plataformas de trabalho aéreas trazem impactos O mercado brasileiro de plataformas de trabalho aéreas...

Artigo – Meio Ambiente Industrial: o papel do gestor – Ed. 346

Empresas precisam adaptar suas estruturas, processos e mindset para aplicar a economia circular Não é novidade que a economia...

1 COMENTÁRIO

  1. Bem interessante os assuntos abordados. Não há dúvida que o EAD veio para ficar e crescer, mesmo com muitos contrário , Não há ainda um acerto daquilo que precisar sr presencial nos assuntos tratados por meio eletrônico. Mas com se diz o tempo é o melhor remédio, ele conserta tudo. Mas urge que não fiquemos esperando, temos que ser proativos.

    Flavio Dinão

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui