sábado, 24 de outubro de 2020

Serviços online do SESI ajudam empresas a atender legislação de SST

Fonte: SESI

Serviço Social da Indústria (SESI) acaba de lançar serviços online para ajudar empresas a implementarem programas de saúde e segurança no trabalho (SST), atendendo a legislação e prevenindo o contágio por covid-19. Estes serviços digitais contemplam assessorias e consultorias técnicas online, cursos de educação a distância sobre normas regulamentadoras de SST, uma plataforma de desenvolvimento e a implementação de programas de Prevenção de Risco Ambiental (PPRA) e de Controle Médico Ocupacional (PCMSO) para micro e pequenas empresas.

De acordo com o gerente-executivo de Saúde e Segurança na Indústria do SESI, Emmanuel Lacerda, o uso de plataformas online agiliza processos e ajuda a prevenir a disseminação da covid-19 já que, desde a contratação até a execução dos serviços, tudo é feito a distância. “O SESI antecipou a prestação de serviços por meio de plataformas digitais para melhor apoiar empresas neste momento de pandemia”, destaca. 

Conheça os serviços:

Assessoria online para prevenção da covid-19 no ambiente de trabalho

Esse serviço possibilita que empresas recebam, de forma ágil, uma consultoria sobre ações para prevenir a disseminação de coronavírus, com base nas recomendações das autoridades.

Funciona da seguinte forma: os gestores devem preencher um questionário com 52 perguntas. Entre as questões abordadas estão formas de comunicação e orientações passadas aos funcionários; treinamentos sobre uso correto, higienização e conservação dos equipamentos de proteção individual (EPI); protocolos para evitar aglomerações e cuidados de higiene; e monitoramento da saúde dos trabalhadores.

Além disso, são avaliados o tratamento aos trabalhadores de grupo de risco, condições de ventilação dos ambientes de trabalho e os cuidados com profissionais de saúde dentro da empresa. Há também avaliação do atendimento da empresa em relação às obrigações legais de saúde e segurança no trabalho.

Ao fim, um especialista do SESI apresenta um plano de ação com pontos que a empresa precisa estar atenta. Empresas interessadas devem entrar em contato com o SESI de seu estado.

Cursos a distância sobre normas regulamentadoras

Por meio das capacitações online, é possível atualizar gestores e trabalhadores sobre as mudanças recentes em normas regulamentadoras (NRs) e ofertar cursos obrigatórios para trabalhadores, conforme legislação de SST.

Os cursos são oferecidos em uma plataforma amigável, com conteúdos audiovisuais, que demonstram as condições de trabalho do dia a dia, para prevenir acidentes. Desta forma, as indústrias ficam em dia com a legislação de Saúde e Segurança no Trabalho, que exige a oferta desses cursos pelos empregadores a seus trabalhadores. 

Nesse momento, as capacitações disponíveis são relacionadas à transporte, movimentação, armazenamento e manuseio de materiais (NR 11); trabalho em altura (NR 35); segurança e saúde ocupacional (NR22); segurança em instalações e serviços em eletricidade (NR 10); segurança e saúde no trabalho em empresas de abate e processamento de carnes e derivados (NR 36); segurança e saúde nos trabalhos em espaços confinados (NR 33).

Até agosto, o SESI deve disponibilizar mais 18 cursos, entre eles, os relacionados a outras duas normas regulamentadoras: NR 18 (Indústria da Construção) e NR 05 (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes).

Na plataforma, os trabalhadores também testam os conhecimentos adquiridos e os que obtiverem resultado satisfatório recebem certificado. As empresas têm o relatório sobre o desempenho dos trabalhadores.

Para participar dos cursos, os trabalhadores precisam ter acesso a computador, tablet ou celular com internet. No caso dos cursos semipresenciais, como o da NR 35, as empresas podem priorizar o módulo a distância nesse momento e agendar as aulas presenciais quando a empresa estiver com o ambiente controlado para evitar o risco de contágio da covid-19.

Atendimento à legislação de saúde e segurança no trabalho

SESI Facilita é um serviço para que micro e pequenas empresas desenvolvam a distância Programas de Prevenção de Risco Ambiental (PPRA) e de Controle Médico Ocupacional (PCMSO). No portal, as empresas inserem o Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) e o número de funcionários. No ato já são informadas se estão enquadradas nas regras para adesão ao serviço. Caso estejam, podem efetuar a compra digitalmente e serão autorizadas a preencher formulários customizados para o setor em que atuam e podem contar com a ajuda de um assistente virtual.

O processo começa pelo envio das informações de riscos no ambiente de trabalho necessárias ao PPRA. O sistema fornece um check-list para conferência de todos os documentos necessários. Além de inserir dados no formulário, é possível enviar vídeos e fotos do processo produtivo para que a assessoria técnica do SESI, que receberá as informações, possa avaliar e contribuir com sugestões.

A etapa seguinte é a geração automática dos exames do PCMSO, com a correlação dos fatores de riscos apontados no PPRA aos exames médicos, que são solicitados aos trabalhadores da empresa. O médico do trabalho do SESI analisa e valida o PCMSO no sistema, insere informações quando necessário e assina eletronicamente o documento.

Após esse processo, as versões digitais do PPRA e do PCMSO são disponibilizadas para a empresa. Durante o período de um ano após o ingresso no SESI Facilita, a empresa pode ter até três revisões do PPRA e PCMSO.

Artigos relacionados

Nova NR 31 é assinada e eSocial tem novo calendário de implementação

Por Martina Wartchow/Jornalista da Revista Proteção A nova NR 31 (Segurança e Saúde no Trabalho na Agricultura, Pecuária, Silvicultura,...

Diesat celebra 40 anos com lançamento de livro

Por Martina Wartchow/Jornalista da Revista Proteção Para marcar o ano em que completa 40 anos de atividade, o Diesat...

Frente Parlamentar da Agropecuária elogia revisão de norma sobre trabalho no campo

Fonte: Agência Câmara de Notícias Integrantes da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) elogiaram, nesta quinta-feira (22), o anúncio feito...

Consultor alerta sobre importância de encaminhar recursos do FAP no prazo

Por Martina Wartchow/Jornalista da Revista Proteção A Portaria nº 21.232 da SEPRT (Secretaria Especial de Previdência e Trabalho), que...

2 COMENTÁRIOS

  1. Um pergunta: o SESI Facilita se desloca em cada empresa para fazer uma visita técnica e, dessa forma, elaborar o PCMSO e o PPRA? Do jeito que foi postado, não me parece ser um serviço honesto. Dá a entender que elaboram tudo online (CTRL+C + CTRL V). É tudo online ou há a visita técnica do profissional para confecção de tais programas? Concorrência desleal com os profissionais da Engenharia e da Medicina. Aguardo resposta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui