quarta-feira, 10 de agosto de 2022

É possível treinamento prático e on-line?

– Professor, estou programando os treinamentos para o ano que vem, mas estou com um problema.

– Qual a novidade, meu filho? Não teve um dia que você tenha vindo falar comigo com uma boa notícia ou só para jogar conversa fora, só lembra de mim quanto tem bronca.

– Poxa, professor! Desculpa, não achei que o senhor ficava chateado.

– Estou brincando. Pode trazer as dificuldades que sinceramente não fico incomodado, para ser sincero gosto de pensar em possíveis soluções. Mas diga lá. Qual a bronca de hoje?

– A empresa está pressionando para eu realizar a maior parte dos treinamentos na modalidade EAD e para ser sincero não acho que valha a pena. Para assuntos teóricos eu já acho complicado, agora para assuntos práticos acho inviável e não acredito que eu venha a mudar de opinião. O que o senhor acha?

– Vamos lá! Realmente o treinamento EAD precisa de um grande cuidado, mas para ser sincero, com a qualidade de alguns treinamentos presenciais não sei se é tão ruim assim. A minha principal preocupação é conseguir garantir que o trabalhador está realmente acompanhando o treinamento, por isso priorizo treinamentos on-line, mas ao vivo. Facilita um pouco a interação.

– Mas não é melhor presencial?

– Sim, hoje ainda prefiro presencial, mas acredito que com o avanço da tecnologia teremos a possibilidade de treinamentos remotos com qualidade similar ou até mesmo superior ao presencial.

– E a parte prática? Nesse caso não tem como.

– Discordo, meu filho. Li um artigo bem interessante sobre Treinamento de Evacuação de Incêndio que utilizava realidade virtual.

– Já joguei com realidade virtual, mas não é exatamente igual a uma situação real.

– Sim, mas para trazer mais proximidade à situação de evacuação de incêndio além do feedback audiovisual, os pesquisados usaram também estimulação de calor (com aquecedores) e cheiro (com difusores de aroma) em tempo real. Ou seja, a simulação está cada vez mais próxima da realidade com a principal vantagem de não expor o trabalhador ao risco. Sei que parece algo caro e para um futuro distante, mas acredito que não vá demorar tanto para termos treinamentos ao alcance de boa parte das empresas utilizando essas ferramentas.


O blog Segurito na Proteção trata de questões relacionadas à SST. É editado pelo professor Mário Sobral Jr, que é Mestre, engenheiro de Segurança do Trabalho, especialização em Higiene Ocupacional e Ergonomia e Editor do Jornal Segurito.
[email protected]

Artigos relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui